Recomendações de Segurança para o relatório: A-003/CENIPA/2015 / PUPEK

Dados da Ocorrência
04/01/2015
22:07:00 UTC
TOLEDO - PR
SUBSTANCIAL
PUPEK - ULTRALEVE
EDRA INDUSTRIA AERONAUTICA LTDA
SUPER PETREL LS
ACIDENTE

Histórico da Ocorrência

A AERONAVE DECOLOU DO AEROPORTO MUNICIPAL DE TOLEDO, PR (SBTD) COM DESTINO AO AEROCLUBE DE ULTRALEVES DE CASCAVEL, PR (SILQ) ÀS 22H01MIN (UTC), A FIM DE REALIZAR UM VOO PRIVADO, COM UM PILOTO A BORDO. CERCA DE TRÊS MILHAS NÁUTICAS APÓS A DECOLAGEM, AINDA EM SUBIDA, A AERONAVE TEVE UMA FALHA DE MOTOR. NA SEQUÊNCIA, CABROU BRUSCAMENTE E, APÓS, ENTROU EM PARAFUSO, VINDO A COLIDIR CONTRA O SOLO.

FATORES CONTRIBUINTES

FATOR NÍVEL CONTRIBUIÇÃO
SISTEMAS DE APOIO CONTRIBUIU
APLICAÇÃO DE COMANDOS CONTRIBUIU
INSTRUÇÃO CONTRIBUIU
POUCA EXPERIÊNCIA DO PILOTO CONTRIBUIU
FABRICAÇÃO CONTRIBUIU

RECOMENDAÇÕES DE SEGURANÇA

NÚMERO RS DATA RECOMENDAÇÃO(ÕES) DESTINATÁRIO
A-003/CENIPA/2015 - 07 04/09/2018 Atuar junto à ROTAX Aircraft Engines, para garantir que a redação do Boletim de Serviço ASB-912-061UL R1, de 31MAIO2012, emitido por aquele fabricante, seja claro quanto a sua aplicabilidade nos produtos afetados, excluindo a possibilidade de interpretações errôneas por parte dos proprietários, operadores e organizações de manutenção. AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL
A-003/CENIPA/2015 - 01 16/06/2016 Incrementar a fiscalização no âmbito da aviação experimental, garantindo que todas as aeronaves construídas por amadores cumpram com o critério da porção maior. AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL
A-003/CENIPA/2015 - 02 16/06/2016 Restringir todo tipo de solicitação de isenção relativa ao critério da porção maior, não mais permitindo que aeronaves de construção amadora sejam entregues prontas aos operadores. AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL
A-003/CENIPA/2015 - 03 16/06/2016 Atuar junto à EDRA Aeronáutica, para garantir que os serviços declarados tenham sido efetivamente executados, tanto na fabricação quanto na manutenção de aeronaves, além de corrigir falhas nos processos de divulgação de atualizações de Manual de Voo. AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL
A-003/CENIPA/2015 - 04 16/06/2016 Atualizar a legislação referente à instrução de voo, tornando mandatório o treinamento prático de voo em velocidades críticas baixas, reconhecimento e recuperação de pré-estol, estol completo e parafuso nos cursos de piloto privado. AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL
A-003/CENIPA/2015 - 05 16/06/2016 Rever os requisitos mínimos para habilitação de pilotos na aviação experimental, através da Licença de Piloto Desportivo (CPD), Piloto de Recreio (CPR) ou Piloto de Aeronave Leve Esportiva (CPL), visando incrementar a instrução prática, em especial, com exercícios de prevenção e recuperação de atitudes anormais e treinamentos em voo solo. AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL
A-003/CENIPA/2015 - 06 16/06/2016 Estabelecer requisitos mínimos de certificação para aeronaves leves fabricadas e comercializadas por indústria aeronáutica que garantam condições seguras de aeronavegabilidade. AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL