Recomendações de Segurança para o relatório: IG-121/CENIPA/2015 / PRECK

Dados da Ocorrência
31/08/2015
14:57:00 UTC
BELO HORIZONTE - MG
LEVE
PRECK - AVIÃO
CESSNA AIRCRAFT
172N
INCIDENTE GRAVE

Histórico da Ocorrência

A AERONAVE DECOLOU DO AERÓDROMO CARLOS PRATES, MG (SBPR), ÀS 14H10MIN (UTC), A FIM DE REALIZAR UM VOO SOLO LOCAL, COM UM PILOTO A BORDO. APÓS O POUSO, AO FAZER A CURVA PARA LIVRAR A PISTA, O TREM DE POUSO ESQUERDO CAIU DENTRO DE UMA VALA DE DRENAGEM DE ÁGUAS PLUVIAIS DESTAMPADA. A AERONAVE PERMANECEU NA INTERSECÇÃO DA CABECEIRA 27 COM A TAXIWAY D POR CERCA DE 15 MINUTOS, INTERDITANDO A PISTA. A AERONAVE TEVE DANOS LEVES. O TRIPULANTE SAIU ILESO.

FATORES CONTRIBUINTES

FATOR NÍVEL CONTRIBUIÇÃO
PERCEPÇÃO INDETERMINADO
APLICAÇÃO DE COMANDOS CONTRIBUIU
INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA CONTRIBUIU
JULGAMENTO DE PILOTAGEM CONTRIBUIU
POUCA EXPERIÊNCIA DO PILOTO INDETERMINADO

RECOMENDAÇÕES DE SEGURANÇA

NÚMERO RS DATA RECOMENDAÇÃO(ÕES) DESTINATÁRIO
IG-121/CENIPA/2015 - 01 09/03/2018 Atuar junto ao operador do Aeródromo Carlos Prates (SBPR), a INFRAERO, a fim de que este, visando reduzir o risco de danos a uma aeronave que saia acidentalmente da pista de táxi, cumpra o que é estabelecido no RBAC 154, sobretudo no que diz respeito ao propósito da faixa de pista de táxi. AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL
IG-121/CENIPA/2015 - 02 09/03/2018 Atuar junto ao operador do Aeródromo Carlos Prates (SBPR), a INFRAERO, a fim de que este cumpra o que é estabelecido no RBAC 153, sobretudo o diz respeito ao monitoramento da condição física e operacional do aeródromo. AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL
IG-121/CENIPA/2015 - 03 09/03/2018 Atuar junto à INFRAERO, a fim de enfatizar o previsto no Art. 88-N do Código Brasileiro de Aeronáutica, e no item 5.2.1 da NSCA 3-13 que, salvo as exceções estabelecidas, proíbe a remoção de aeronaves acidentadas, ou de suas partes, do local da ocorrência sem a devida autorização da autoridade de investigação SIPAER. AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL
IG-121/CENIPA/2015 - 04 09/03/2018 Atuar junto à NET AVIATION ESCOLA DE AVIAÇÃO LTDA. - ME (operador da aeronave), a fim de enfatizar o previsto no item 4.2.6 da NSCA 3-13 sobre a responsabilidade do operador ou proprietário em notificar formalmente à autoridade de investigação SIPAER as ocorrências aeronáuticas. AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL