Recomendações de Segurança para o relatório: A-107/CENIPA/2016 / PPMMJ

Dados da Ocorrência
03/08/2016
19:40:00 UTC
LÁBREA - AM
LEVE
PPMMJ - AVIÃO
BEECH AIRCRAFT
B36TC
ACIDENTE

Histórico da Ocorrência

A AERONAVE DECOLOU DO AERÓDROMO DE PORTO VELHO, RO (SBPV), COM DESTINO AO AERÓDROMO DE LÁBREA, AM (SWLB), A FIM DE REALIZAR O TRANSPORTE DE TRÊS FUNCIONÁRIOS DA EMPRESA PROPRIETÁRIA DA AERONAVE. AO APROXIMAR-SE PARA LÁBREA, FORAM INICIADOS OS PROCEDIMENTOS PARA POUSO VISUAL NA CABECEIRA 36, SENDO REALIZADO CIRCUITO DE TRÁFEGO E ABAIXAMENTO DO TREM DE POUSO SEM NENHUMA ANORMALIDADE. SEGUNDO RELATO DO PILOTO, NA APROXIMAÇÃO FINAL, A VELOCIDADE TENDEU A CAIR, FICANDO ABAIXO DO PREVISTO, GERANDO A NECESSIDADE DE UTILIZAÇÃO DO MOTOR PARA A MANUTENÇÃO DA VELOCIDADE IDEAL DE APROXIMAÇÃO. DURANTE O POUSO, APÓS O PRIMEIRO TOQUE DOS TRENS PRINCIPAIS, O PILOTO PERCEBEU QUE A AERONAVE HAVIA ENTRADO EM PORPOISING E, LOGO EM SEGUIDA, O TREM DE POUSO AUXILIAR QUEBROU, PASSANDO A SE ARRASTAR PELA PISTA SEM A RODA, O QUE IMPOSSIBILITOU UMA EVENTUAL ARREMETIDA. NA SEQUÊNCIA, A AERONAVE PERDEU A RETA PARA A DIREITA DA PISTA E PERCORREU 255 METROS, ARRASTANDO O TREM DE POUSO AUXILIAR ATÉ SUA PARADA TOTAL. O PILOTO REALIZOU O PROCEDIMENTO DE CORTE DO MOTOR E DESEMBARCOU DA AERONAVE, CONSTATANDO A PERDA DA RODA DIANTEIRA. A AERONAVE FOI EMPURRADA ATÉ O PÁTIO DO AERÓDROMO COM A AJUDA DA EQUIPE DE APOIO DA EMPRESA PROPRIETÁRIA, PARA A LIBERAÇÃO DA PISTA. A AERONAVE SOFREU DANOS SUBSTANCIAIS. O PILOTO E OS TRÊS PASSAGEIROS SAÍRAM ILESOS.

FATORES CONTRIBUINTES

FATOR NÍVEL CONTRIBUIÇÃO
APLICAÇÃO DE COMANDOS CONTRIBUIU
INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA INDETERMINADO
JULGAMENTO DE PILOTAGEM CONTRIBUIU
PLANEJAMENTO DE VOO INDETERMINADO

RECOMENDAÇÕES DE SEGURANÇA

NÚMERO RS DATA RECOMENDAÇÃO(ÕES) DESTINATÁRIO
A-107/CENIPA/2016 - 01 22/06/2017 Divulgar os ensinamentos advindos da presente investigação, no âmbito da aviação geral, enfatizando a necessidade de se observar os parâmetros recomendados pelos fabricantes de aeronaves para as fases de aproximação e pouso, bem como a importância da arremetida como medida para a interrupção do porpoise. AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL
A-107/CENIPA/2016 - 02 22/06/2017 Aprimorar os mecanismos de fiscalização, de modo a assegurar a aderência do operador ao programa de manutenção estabelecido pelo fabricante da aeronave. AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL