Recomendações de Segurança para o relatório: IG-165/CENIPA/2016 / PTWJI

Dados da Ocorrência
08/12/2016
10:30:00 UTC
TAPES - RS
LEVE
PTWJI - AVIÃO
CESSNA AIRCRAFT
T188C
INCIDENTE GRAVE

Histórico da Ocorrência

A AERONAVE REALIZAVA A SEGUNDA DECOLAGEM DO DIA EM UMA ÁREA DE POUSO EVENTUAL NA FAZENDA SANTA LÚCIA, LOCALIZADA NO MUNICÍPIO DE TAPES, RS, ÀS 08H30MIN (LOCAL), A FIM DE APLICAR DEFENSIVO AGRÍCOLA (ADUBO), COM UM PILOTO A BORDO. SEGUNDO RELATO DO PILOTO, DURANTE A DECOLAGEM, LOGO QUE A CAUDA SAIU DO SOLO, FOI AVISTADO UM ANIMAL SILVESTRE À FRENTE DA AERONAVE (RETA DE DECOLAGEM). O PILOTO APLICOU O PEDAL ESQUERDO E CONSEGUIU DESVIAR DO ANIMAL. PORÉM, AO TENTAR REGRESSAR AO CENTRO DA PISTA, A CAUDA DA AERONAVE TOCOU O SOLO NA LATERAL E OCORREU A PERDA DO CONTROLE. A AERONAVE ESTAVA COM A INSPEÇÃO ANUAL DE MANUTENÇÃO (IAM) E O CERTIFICADO DE AERONAVEGABILIDADE (CA) VENCIDOS. A OCORRÊNCIA SOMENTE FOI COMUNICADA, POR MEIO DA FICHA DE NOTIFICAÇÃO E CONFIRMAÇÃO DE OCORRÊNCIA (FNCO), APÓS DENÚNCIA FEITA À AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL (ANAC), DEZENOVE DIAS DEPOIS DO INCIDENTE GRAVE. QUANDO A AÇÃO INICIAL DE INVESTIGAÇÃO FOI REALIZADA, OS SERVIÇOS DE REPARO DA AERONAVE JÁ ESTAVAM EM ANDAMENTO, IMPOSSIBILITANDO A VERIFICAÇÃO DOS DANOS INFORMADOS PELO PILOTO. A OPERAÇÃO SE DESENVOLVIA EM ÁREA DE POUSO EVENTUAL, PROPÍCIA AO ACESSO DE ANIMAIS. TENDO EM VISTA O INTERVALO DE TEMPO DECORRIDO ENTRE A OCORRÊNCIA E A AÇÃO INICIAL, NÃO FOI POSSÍVEL CONSTATAR A EFETIVA PRESENÇA DA FAUNA NO EVENTO. NESSE SENTIDO, PODE-SE, TAMBÉM, CONSIDERAR A HIPÓTESE DE UMA POSSÍVEL PERDA DE CONTROLE NO SOLO, DURANTE A CORRIDA DE DECOLAGEM, COMO CONSEQUÊNCIA DE UMA INADEQUADA UTILIZAÇÃO DOS COMANDOS DE VOO. A AERONAVE TEVE DANOS LEVES. O TRIPULANTE SAIU ILESO

FATORES CONTRIBUINTES

FATOR NÍVEL CONTRIBUIÇÃO

RECOMENDAÇÕES DE SEGURANÇA

NÚMERO RS DATA RECOMENDAÇÃO(ÕES) DESTINATÁRIO