Recomendações de Segurança para o relatório: A-170/CENIPA/2017 / PRMLY

Dados da Ocorrência
30/12/2017
16:45:00 UTC
DOM PEDRITO - RS
SUBSTANCIAL
PRMLY - AVIÃO
CESSNA AIRCRAFT
A188B
ACIDENTE

Histórico da Ocorrência

A AERONAVE DECOLOU DE ÁREA DE POUSO PARA USO AEROAGRÍCOLA, LOCALIZADA NA ESTÂNCIA SANTA GERTRUDES, NO MUNICÍPIO DE DOM PEDRITO, RS, ÀS 16H43MIN (UTC), A FIM DE REALIZAR VOO DE TRANSLADO PARA UMA FAZENDA NO MESMO MUNICÍPIO, COM UM PILOTO E UM PASSAGEIRO A BORDO. SEGUNDO RELATOS, LOGO APÓS A DECOLAGEM, A AERONAVE INICIOU UMA CURVA PARA A ESQUERDA, VINDO A PERDER ALTITUDE E A COLIDIR CONTRA UM BARRANCO PRÓXIMO DE UM RIO. A AERONAVE ESTAVA COM DUAS PESSOAS A BORDO NO MOMENTO DO ACIDENTE, PORÉM ERA HOMOLOGADA PARA VOO COM APENAS UMA, DE ACORDO COM O SEU CERTIFICADO DE AERONAVEGABILIDADE (CA). AO REALIZAR O CÁLCULO DE PESO E BALANCEAMENTO DA AERONAVE, FOI VERIFICADO QUE O CENTRO DE GRAVIDADE (CG) EXTRAPOLAVA O LIMITE TRASEIRO, PRINCIPALMENTE PELO FATO DE TRANSPORTAR UM PASSAGEIRO. O OPERADOR TINHA VENDIDO A AERONAVE MEDIANTE UM CONTRATO DE COMPRA E VENDA REGISTRADO EM CARTÓRIO. PORÉM, A COMUNICAÇÃO DE VENDA NÃO TINHA SIDO REMETIDA PELO VENDEDOR AO REGISTRO AERONÁUTICO BRASILEIRO (RAB), DESCUMPRINDO O PREVISTO NA RESOLUÇÃO Nº 293, DE 19 DE NOVEMBRO DE 2013, DA AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL (ANAC), EM SEU ARTIGO 29. FOI CONSTATADO, DURANTE O PROCESSO DE INVESTIGAÇÃO, QUE O PROCESSO JUNTO AO RAB SOMENTE SERIA REGULARIZADO APÓS A QUITAÇÃO DO SALDO DEVEDOR ENTRE AS PARTES. A AERONAVE NÃO POSSUÍA AUTORIZAÇÃO ESPECIAL DE VOO, EMITIDA PELA ANAC, PARA OPERAÇÃO COM ÁLCOOL ETÍLICO HIDRATADO COMBUSTÍVEL, DESCUMPRINDO OS PRECEITOS DA INSTRUÇÃO SUPLEMENTAR 137.201-001. A AERONAVE TEVE DANOS SUBSTANCIAIS NO MOTOR, NA HÉLICE, NAS ASAS E NA FUSELAGEM. O PILOTO FALECEU E O PASSAGEIRO SOFREU LESÕES LEVES.

FATORES CONTRIBUINTES

FATOR NÍVEL CONTRIBUIÇÃO

RECOMENDAÇÕES DE SEGURANÇA

NÚMERO RS DATA RECOMENDAÇÃO(ÕES) DESTINATÁRIO