Recomendações de Segurança para o relatório: A-074/CENIPA/2018 / PTKON

Dados da Ocorrência
17/04/2018
20:20:00 UTC
BARCELOS - AM
SUBSTANCIAL
PTKON - AVIÃO
CESSNA AIRCRAFT
U206F
ACIDENTE

Histórico da Ocorrência

A AERONAVE DECOLOU DO AERÓDROMO DE BOA VISTA, RR (SBBV), COM DESTINO AO AERÓDROMO DE MATURACÁ, AM (SWMK), POR VOLTA DAS 14H30MIN (UTC), A FIM DE TRANSPORTAR CARGA, COM UM PILOTO A BORDO. COM CERCA DE DUAS HORAS DE VOO, O PILOTO POUSOU NA LOCALIDADE DE NOVO DEMINI, DEVIDO ÀS MÁS CONDIÇÕES METEOROLÓGICAS NA ROTA, O QUE OCORREU SEM ANORMALIDADES. APÓS A MELHORA NA METEOROLOGIA LOCAL, DECIDIU DECOLAR. DURANTE A CORRIDA DE DECOLAGEM, O PILOTO ENCONTROU DIFICULDADES NA PERFORMANCE DA AERONAVE, DECIDINDO ABORTAR O PROCEDIMENTO. PORÉM, NÃO CONSEGUIU PARAR DENTRO DOS LIMITES DA ÁREA UTILIZADA, ENTRANDO EM TORNO DE DEZ METROS NA VEGETAÇÃO À FRENTE. A AERONAVE TEVE DANOS SUBSTANCIAIS. O TRIPULANTE SAIU ILESO.

FATORES CONTRIBUINTES

FATOR NÍVEL CONTRIBUIÇÃO
ATITUDE CONTRIBUIU
PERCEPÇÃO CONTRIBUIU
PROCESSO DECISÓRIO CONTRIBUIU
CULTURA ORGANIZACIONAL INDETERMINADO
CONDIÇÕES METEOROLÓGICAS ADVERSAS CONTRIBUIU
INDISCIPLINA DE VOO CONTRIBUIU
JULGAMENTO DE PILOTAGEM CONTRIBUIU
PLANEJAMENTO DE VOO CONTRIBUIU

RECOMENDAÇÕES DE SEGURANÇA

NÚMERO RS DATA RECOMENDAÇÃO(ÕES) DESTINATÁRIO
A-074/CENIPA/2018 - 01 07/11/2018 Atuar junto à Asas de Socorro, a fim de que aquela organização aperfeiçoe seus mecanismos administrativos e operacionais de escrituração dos serviços de manutenção executados em suas aeronaves, como forma de prevenir ocorrências aeronáuticas. AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL
A-074/CENIPA/2018 - 02 07/11/2018 Atuar junto à Asas de Socorro, a fim de alertar aquela organização sobre os riscos decorrentes da operação em pistas não homologadas - ou não registradas - pela Autoridade da Aviação Civil, fato que fere o Art. 30 do Código Brasileiro de Aeronáutica. AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL
A-074/CENIPA/2018 - 03 07/11/2018 Atuar junto à Asas de Socorro, a fim de que o item 6.8.12 (Procedimentos de voo VFR por cima da camada) do MGO daquela organização seja revisado, no intuito de torna-lo condizente com o que prevê o subitem 5.1.2-a da ICA 100-12/2016: os voos VFR somente serão realizados quando simultânea e continuamente o piloto puder manter referência com o solo ou água, de modo que as formações meteorológicas abaixo do nível de voo não obstruam mais da metade da área de sua visão. AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL
A-074/CENIPA/2018 - 04 07/11/2018 Atuar junto à Asas de Socorro, a fim de que aquela organização oriente os tripulantes que operam suas aeronaves a serem mais conservativos quando estiverem realizando o planeamento dos voos, sobretudo no que diz respeito à análise dos impactos causados por meteorologia adversa. AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL
A-074/CENIPA/2018 - 05 07/11/2018 Atuar junto à Asas de Socorro, a fim de enfatizar àquela organização a importância de se observar o previsto no Art. 88 do Código Brasileiro de Aeronáutica que, salvo as exceções estabelecidas, proíbe a remoção de aeronaves acidentadas do local da ocorrência sem a devida anuência da autoridade de investigação SIPAER. AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL
A-074/CENIPA/2018 - 06 07/11/2018 Atuar junto à Asas de Socorro, a fim de enfatizar àquela organização a importância de se observar o previsto no RBAC 175 (Transporte de artigos perigosos em aeronaves civis), e suas respectivas IS, e no DOC 9284-AN/905 da ICAO, sempre que houver a necessidade de se transportar carga em alguma de suas aeronaves. AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL
A-074/CENIPA/2018 - 07 07/11/2018 Atuar junto à Fundação Nacional do Índio (FUNAI), a fim de estimular aquele órgão a solicitar a essa Agência o registro das pistas e áreas de pouso e decolagem localizadas dentro de terras indígenas, uma vez que o apoio aéreo é de suma importância para o cumprimento das atribuições institucionais de tal Fundação. AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL